Home / Saúde / Jiu-Jitsu: história e regras

Jiu-Jitsu: história e regras

Se você está pensando em começar a praticar uma luta marcial, conhecer o Jiu-Jitsu, sua história e regras pode ser um bom começo antes de escolher qual modalidade pretende seguir com os ensinamentos.

É comum as pessoas terem certas dúvidas a respeito de qual tipo de luta realizar, pois cada uma foca no desempenho de certas habilidades, visando um resultado diferente.

Aqui você irá conhecer um pouco mais do Jiu-Jitsu e como praticar esse tipo de atividade física pode ser benéfico para a sua saúde física, saúde mental e para a sua qualidade de vida.

Jiu-Jitsu: um pouco da sua história

A história do Jiu-Jitsu é secular. Essa arte marcial, com origem japonesa, tem seu início estimado no século XVII. A luta começou entre budistas e monges, sendo aperfeiçoadas por samurais.

Para os samurais, o Jiu-Jitsu era uma forma de continuar enfrentando oponentes em meio de batalhas até mesmo quando as armas fossem perdidas em combates.

A técnica passou por diversas transformações através dos séculos, mas sua essência é a mesma. A modalidade consiste em investidas ágeis para tentar derrubar o seu oponente, tudo isso sem socos ou chutes violentos.

Há muito por trás da história e regras do Jiu-Jitsu. O esporte não é apenas uma luta, com golpes pré-determinados pelas regras, é um estilo e filosofia de vida. Os mestres ensinam muito mais aos seus alunos do que apenas golpes.

O esporte começou tímido no Brasil, em 1917. Na década de 90 foram criadas a Federação Internacional de Jiu-Jitsu e a Confederação Brasileira de Jiu-Jitsu aqui no Brasil.

Hoje é uma luta conhecida por todos os brasileiros, mesmo não sendo um esporte olímpico. Diversas academias de artes marciais oferecem treino nessa modalidade, que recebe cada vez mais adeptos.

Regras do Jiu-Jitsu

  • Duração da luta

Uma luta de Jiu-Jitsu tem a duração variada e o tempo é determinado de acordo com diversos parâmetros. A idade dos lutadores e a faixa (nível) em que cada um se encontra são alguns deles.

  • Pontuação

Os lutadores ganham ou perdem pontos ao decorrer do round. A pontuação varia de 1 a 4, dependo do movimento ou da infração cometida.

  • Quais são as infrações

Desobedecer ao árbitro, deferir socos ou chutes ao adversário, empurrar o outro lutador para fora do tatame, arrancar o kimono do oponente, segurar as barras e mangas no kimono, entre outras.

  • Arbitragem

A luta é conduzida por um único árbitro que tem como objetivo fiscalizar a luta e garantir a integridade física dos lutadores. Os dois competidores devem obedecer a ele durante a disputa.

  • Quem vence a partida

A partida é vencida pelo lutador que conseguir mais pontos ao final da partida ou quando um dos lutadores desiste e sinaliza isso na luta.

Benefícios das lutas marciais

Já sabendo um pouco da história e das regras do Jiu-Jitsu, vamos falar um pouco dos benefícios que as lutas marciais fazem pela sua saúde física e saúde mental.

Assim como todas as outras atividades físicas, o Jiu-Jitsu emagrece, proporciona definição muscular, estimula o sistema cardiovascular e imunológico, aumenta a elasticidade, previne doenças como diabetes, etc.

Além disso, também combate o estresse, sintomas de depressão e ansiedade. O Jiu-Jitsu também é uma filosofia de vida, praticar essa arte marcial deixa os alunos com a mente mais leve e eleva a autoestima (fator importantíssimo).

Para saber mais sobre o Jiu-Jitsu, sua história e regras, converse com um profissional da área e, caso queira, faça uma aula experimental. Apenas com contato direto você entenderá mais sobre essa luta. Não deixe de conhecer!

Sobre rafael

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *